APLICAÇÕES GELO SECO


APLICAÇÕES

1-Sorvetes 4-Medicinal
2-Transporte de Alimentos 5-Entretenimento
3-Bares, restaurantes e afins 6-Indústria


1 - Sorvete

  
  • Utilização
          Venda ambulante
          Transferência de mercadoria
  • Recipiente
           Caixa de isopor
           Carrinho isotérmico
  • Parâmetro de consumo ( kg de GS / kg de produto ) para 12 horas de uso.
           Isopor - 1 kg de gelo seco numa caixa de 24L
           Isotérmico - 2,5 kg num carrinho
           Obs : variar proporcionalmente a quantidade indicada.
  • Como é utilizado
           Dividir a quantidade total em partes de aproximadamente 1kg colocando-as em sacos plásticos perfurados.
           Colocar o gelo seco sobre a carga
           Lembrar que o que mantém o produto congelado é o gás desprendido.

  • Custo / benefício

  • As maiores desvantagens quanto ao uso das placas são:
           Menor espaço nos carrinhos para levar sorvetes/ picolés para venda
           Peso excessivo cada placa pesa em média de 3 a 5 kg.
           Deficiência na conservação do sorvete.
           Menor autonomia 6 h.
           Consumo de energia elétrica.
           Mão de obra para colocação das placas no carrinho e câmara frigorífica.
           Perda de espaço na câmara/ freezer para armazenamento de produtos.

  • As vantagens quanto ao uso do gelo seco são:
           Maior espaço na câmara/ freezer para armazenamento de produtos.
           Maior espaço no carrinho/ isopor, como conseqüência, pode levar mais sorvetes evitando reabastecimentos.
           Menor peso para o ambulante.
           Não há perda de produto ao final do dia
           Garantia de qualidade do sorvete ( não há sorvete derretido ).
           Não há custo de energia elétrica.
           Aquisição do gelo somente na certeza de haver condições climáticas para venda.
           Maior facilidade de manuseio.

    2 - Transporte de Alimentos

    Modos de utilização

    O gelo seco pode ser colocado direto sobre o produto congelado ou em sacos perfurados em camadas colocados entre a carga resfriada dentro dos isopores. Quando transportados em caminhão, o gelo pode ser acondicionado em canaletas localizadas na parte superior do caminhão baú.

    Vantagens da utilização do gelo seco no transporte O gelo seco ao passar do seu estado sólido para o gasoso, não deixa resíduos líquidos que poderiam se misturar aos produtos resfriados ou congelados danificando-os Devido a sua baixíssima temperatura, uma pequena quantidade de gelo seco é suficiente para manter as condições originais de um produto durante o seu transporte.

    Modo de usar
    Colocar o produto em recipiente isotérmico
    O gelo seco deve ser colocado sobre o produto.
    Evitar o contato direto com o alimento pois poderá queima-lo.
    Parâmetro de utilização
    15% de gelo seco em relação ao peso total a ser transportado em produto
    para um período de 24 h. Este quantitativo poderá ser menor quanto maior
    recipiente que acondicionará o produto.
    Fatores que influenciam no consumo
    Tempo de viagem
    Temperatura de transporte
    Temperatura externa.
    Tamanho da caixa / baú / cotainer.
    Número de abertura da caixa / da porta do caminhão.
    Espessura e tipo de isolamento utilizado
    Quantidade e temperatura inicial da carga

    Observações
    A variação de perda de peso não é linear em função do tempo devido a mudança de dimensões e da formação de gelo d´água na superfície de troca térmica.
    No transporte de produtos congelados, tomar como base: 0,1 a 0,2 kg de gelo por quilo de produto

    No transporte de produtos resfriados, tomar como base 20 a 30% do total de gelo seco estimado para o caso anterior. Lembrar de evitar o contato direto com o produto para evitar a queima.

    Tipos de transporte
    Veículo com problema no Thermo King
    Veículo sem sistema de refrigeração para transporte de frutas, verduras flores, chocolate, massas, etc.
    Veículo de entrega ao ponto de venda.

    3 - Bares, restaurantes e afins

    Utilização
    Bares
    Conservação de bebidas,
    Chopeira ( serpentina ).

    Restaurantes / Casa de recepções
    Mesas de frios
    Cascata de camarão
    Baldes de vinhos / champagne.
    Efeitos decorativos em pratos.
    Associação com gelo d´água " Acondicionar toda bebida na caixa
    Espalhar 10 a 15kg de gelo de escama
    Por cima espalhar 10% em gelo seco e socar as pedras.
    Rentabilidade de mais ou menos 8 h.

    4 - Medicinal

    Utilização
    Segmento de saúde
    Laboratórios / Hospitais
    Desidratação de mofo da penicilina.
    Resfriamento de reator
    Conservação de plasma, vacinas, sêmem.
    Secagem de flúidos.
    Congelamento de espécimes/ plasma.
    Exames HCV, Fator 5 e 8 PCR ( htr V1 e V2 ), BTH, renina, ACTH, vitaminas e proteínas.
    Transporte de órgãos, tecidos, vacinas, medicamentos, etc.
    Clínicas dermatológicas
    Tratamento de pele.
    Remoção de verugas e manchas.
    Segmento Veterinário
    Teste de raiva em caninos e felinos quando em viagens internacionais.
    Congelamento e transporte de sêmem
    Exames laboratoriais.






    5 - Entretenimento ( efeito fumaça )

      

    Características
    Cor branca
    Alta densidade ( não dispersa facilmente, produz efeito cascata).
    Sem cheiro ou resíduo d´água.
    Parâmetro de utilização
    10 kg de gelo / 10 min de fumaça em ambiente de 20m².
    Modo de utilização
    Adicionar água quente ( > 50°C) em um recipiente.
    Adicionar gelo seco a água.
    A medida que a água for resfriando, reabastecer com água quente.

    Obs.: A partir da segunda inserção de gelo, procurar aquecer a água. Quanto mais fria, menor o tempo e a quantidade de fumaça

    Obs.: Mudança de cor de fumaça pode ser obtida através de jogo de luzes e não por adição de substância ao produto.
    Mercado:
    Indústria cinematográfica, cenográfica.
    Teatro, rede de televisão.
    Empresa de publicidade
    Shows, Parque temático.
    Salões de festas, Casas noturnas, buffet.


    6 - Indústria


    Aplicações


  • Ind. Química
    Det. Ponto de orvalho e ponto de congelamento.
    Teste de síntese.
    Inertização de tanques e reatores
    Moagem de resinas e plásticos.


  • Ind. Borracha
    Rebarbação
    Endurecimento para corte
    Ind. Eletrônica
    Teste de aparelhos e instrumentos óticos.
    Teste de válvulas, cristais de quartzo, resistências de condutividade.


  • Ind. Metalúrgica
    Tratamento sub-zero.
    Contração de peças metálicas
    Agente refrigerante entrefilação
    Det. de teor de estanho, folhas de flandes, hidrogênio e aços especiais.
    Limpeza de metais, fôrmas através de jateamento.

        





  • Ribeiro e Feitosa Ltda-ME
    Av. Manoel Gonçalves da Luz - Mustardinha , 556 , LJ 01 CEP: 50760-830 - Recife PE
    Fone: 81 3445-9656